Aromatherapy in soap

Enjoy the benefits of aromatherapy in soap. Inhaling or applying soap on the skin to take advantage of this therapy. Each core has its benefits and here will be able to discover them. Here you can choose the mold of soap, especially the color and fragrance.

Aromaterapia / Aromatherapy

A aromaterapia, tal como o seu próprio nome indica é uma terapia que cura através dos aromas – aromas 100% naturais, extraídos de flores, raízes, folhas, sementes, ervas, madeiras e resinas, e transformados em óleos essenciais que são utilizados na prevenção e no tratamento de doenças físicas e psicológicas.
A aromaterapia existe há mais de seis mil anos, tendo sido muito praticada nas antigas civilizações da Grécia, Roma e Egípcio.
 A palavra “aromaterapia” provém do químico francês René Maurice Gattefosse que, em 1910, descobriu os poderes curativos do óleo de lavanda quando se queimou no seu laboratório de perfumes, para se curar, mergulhou a mão num recipiente com óleo de lavanda. O alívio da dor foi imediata e o processo de cicatrização rápido, indolor e sem marcas posteriores. A partir daí dedicou a sua vida ao estudo dos poderes curativos dos óleos essenciais, tendo realizado vários tratamentos de êxito nos hospitais militares durante a I Guerra Mundial.
Hoje em dia, a busca de uma forma de vida natural, com a mente, corpo e espírito em equilíbrio, aumentou a procura da aromaterapia.

Olfacto

Um dos cinco sentidos, o nosso poder de cheirar é, extremamente potente e tem efeitos curiosos.
Quando inalamos óleos essenciais, as nossas células olfactivas são estimuladas e esse impulso é encaminhado para o sistema límbico – o centro emocional do cérebro – ligado à memória, à respiração, à circulação sanguínea e às hormonas.
 Na aromaterapia, as propriedades, a fragrância e os efeitos dos óleos essenciais estimulam estes diferentes sistemas. Da mesma forma que a ligação estreita entre o olfacto e o cérebro desencadeia um efeito indirecto no sistema imunitário, que potencia a capacidade do corpo se sarar a si próprio.

Benefícios físicos, emocionais e espirituais

  • Mente – tratamento de cansaço mental, stress, tensão, certas fobias, insónias e outras perturbações do sono; aumento dos níveis de concentração, memória e produtividade.
  • Corpo – as propriedades anti-bacterianas dos óleos essenciais auxiliam na cicatrização de feridas externas; actuam no melhoramento da circulação sanguínea, na drenagem linfática e na eliminação das toxinas do corpo; tratamento de doenças de pele, perturbações digestivas, desequilíbrios hormonais, dores musculares e de articulações; aumento dos níveis de energia e bem-estar geral.
  • Estado emocional – os óleos essenciais também podem funcionar como um anti-depressivo potente, ajudando a acalmar e a aliviar estados de nervosismo, tristeza, pânico, ansiedade e de depressão; aumento dos níveis de auto-estima e de auto-confiança.
  • Estado espiritual – a aromaterapia também é utilizada para aumentar os níveis de consciência, percepção e de comunhão com forças maiores, sendo ainda parte integrante na prática da meditação.

Óleos essenciais

Os óleos essenciais utilizados na aromaterapia são extraídos de plantas, flores, raízes, folhas, sementes, ervas, madeiras e resinas e, posteriormente misturados com outras substâncias – caso do óleo, álcool ou loção – o que permite a sua utilização de forma prática. Executado por profissionais especializados, o método de extracção é um processo moroso e caro: são necessários 100 quilos de pétalas de rosas para produzir 5 colheres de chá de um óleo essencial! Um processo que também encarece o produto final, no entanto, e como se utilizam poucas gotas de cada vez e os efeitos são altamente eficazes, o investimento é considerado válido.
Utilizados a solo ou misturando mais que uma variedade, os óleos essenciais estão divididos em três categorias, ou seja, conforme as suas “notas” ou índice de evaporação.
  • Óleos de nota elevada – os mais estimulantes e revigorantes, têm um aroma forte, mas o seu perfume dura apenas entre 3 e 24 horas. Alguns exemplos incluem: basílico, bergamota, salva, coentro, eucalipto, laranjeira-amarga, hortelã-pimenta e tomilho.
  • Óleos de nota média – actuam ao nível das funções corporais e metabólicas e, embora menos potentes, a sua fragrância só evapora passados 2 ou 3 dias. Alguns exemplos incluem: erva-cidreira, camomila, funcho, gerânio, hissopo, junípero/zimbro, lavanda e alecrim.
  • Óleos de nota baixa – o seu aroma doce e calmante, tem efeitos relaxantes no corpo e é a fragrância que mais tempo dura, até uma semana. Alguns exemplos incluem: cedro, cravinho, gengibre, jasmim, rosa e sândalo.
Na aromaterapia, os óleos essenciais têm inúmeras aplicações:
  • Externa – aplicado directamente na pele (diluído ou não), tratam feridas superficiais ou problemas de pele, activando, em simultâneo, os receptores térmicos do corpo, matando micróbios e fungos.
  • Interna – ingerido através da diluição em água ou adicionado à alimentação, activam o sistema imunitário.
  • Massagem/Banhos – largamente associados às massagens e banhos de aromaterapia, nestes casos os óleos essenciais são inalados, mas também são absorvidos pela pele, entrando no sistema circulatório que os transporta para os órgãos e restantes sistemas do corpo.
  • Difusão no ar – queimados como incenso ou colocados em recipientes ao ar livre, os óleos essenciais são captados pelas células olfactivas e direccionados para o sistema límbico.  
Aromatherapy, as its name indicates is a therapy that heals through the aromas - 100% natural flavors extracted from flowers, roots, leaves, seeds, herbs, woods and resins, and processed into essential oils that are used in the prevention and treatment of physical and psychological illnesses.
Aromatherapy has been around for more than six thousand years, has been widely practiced in ancient civilizations of Greece, Rome and Egyptian.

The word "aromatherapy" comes from the French chemist Rene Maurice Gattefosse, in 1910, discovered the healing powers of lavender oil when burned in his perfume laboratory, to heal, dipped his hand in a container of lavender oil. Pain relief was immediate and the healing process quick, painless and without marks later. From then on dedicated his life to studying the healing powers of essential oils, having conducted several successful treatments in military hospitals during the First World War.
Today, the search for a natural way of living, with the mind, body and spirit in balance, the demand of aromatherapy.
Smell

One of the five senses, our power of smell is extremely powerful and has curious effects.
When you inhale essential oils, our olfactory cells are stimulated and the impulse is sent to the limbic system - the brain's emotional center - linked to memory, breathing, blood circulation and hormones.

In aromatherapy, the properties, the effects of fragrance and essential oils stimulate these different systems. In the same way that the close link between the smell and the brain triggers an indirect effect on the immune system, which enhances the body's ability to heal itself.
Benefits physical, emotional and spiritual
• Mind - treatment of mental fatigue, stress, tension, certain phobias, insomnia and other sleep disturbances, increased levels of concentration, memory and productivity.• Body - the anti-bacterial properties of essential oils aid in healing of external wounds; act in improving blood circulation, lymphatic drainage and elimination of toxins from the body, treating skin diseases, digestive disorders, hormonal imbalances, muscle aches and joints, increased energy levels and general well-being.• Emotional state - essential oils can also function as a potent anti-depressant, helping to calm and relieve states of nervousness, sadness, panic, anxiety and depression, increased levels of self-esteem and self-confidence.• spiritual state - aromatherapy is also used to increase the levels of consciousness, awareness and communion with larger forces, being still an integral part in the practice of meditation.
Essential oils

The essential oils used in aromatherapy are extracted from plants, flowers, roots, leaves, seeds, herbs, woods and resins and then mixed with other substances - the case of oil, alcohol or lotion - which allows its use in practice. Implemented by professionals, the extraction method is time consuming and expensive: it takes 100 pounds of rose petals to produce 5 teaspoons of essential oil! A process also more expensive the final product, however, and as few drops are used each time and the effects are highly effective, the investment is considered valid.
Used either alone or by mixing more than one variety, the essential oils are divided into three categories, ie, as their "notes" or evaporation rate.• Oils high note - the most exciting and invigorating, have a strong aroma, but its perfume only lasts between 3 and 24 hours. Some examples include: basil, bergamot, sage, coriander, eucalyptus, bitter-orange, peppermint and thyme.• Oils Average Rating - act at the level of bodily functions and metabolic and, although less potent, its fragrance evaporates after only 2 or 3 days. Some examples include: lemon balm, chamomile, fennel, geranium, hyssop, juniper / juniper, lavender and rosemary.• low grade oils - its sweet aroma and soothing, has relaxing effects on the body and is the fragrance lasts longer, up to a week. Some examples include: cedar, cloves, ginger, jasmine, rose and sandalwood.
In aromatherapy, essential oils have many applications:• foreign - applied directly to the skin (diluted or not), superficial wounds and treating skin problems, activating at the same time the thermal receptors of the body, killing microbes and fungi.Internal • - ingested by diluting in water or added to food, activate the immune system.
• Massage / Bath - largely associated with massage and aromatherapy baths, in these cases the essential oils are inhaled, but are also absorbed through the skin, entering the circulatory system that carries them to organs and other body systems.• Diffusion in the air - burned as incense or placed in containers outdoors, essential oils are obtained by the olfactory cells and targeted to the limbic system.

Sem comentários:

Enviar um comentário